quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Capítulo 30

Capítulo 26



No capítulo anterior...

Madison: Então maninha... O que fez você lembrar da gente e voltar pra casa¿ - a feição de alegria no rosto de todos se desmanchou e eu tinha arrependido por ter me algrado por ela ter quebrado o silêncio.

********************************

Encarei todos ali, sem saber o que fazer.

Demi: Madison eu... Eu não me lembrei de nada ainda.

Madison: Mas como assim¿ Você ta aqui não ta¿ é claro que você lemrbou... – ela disse já com lágrimas caindo dos olhos.

Demi: Eu só vim fazer uma visita.

Madison: NÃO PRECISAVA! VOCÊ PODIA CONTINUAR LÁ NA CASA DE GENTE QUE NÃO TEM NADA A VER COM A FAMÍLIA. VOCÊ É A PIOR IRMÃ DO MUNDO DEMI. EU SEMPRE TIVE AS IDEIAS PRA TE LIVRAR DAS ENCRENCAS, EU SEMPRE TE AJUDEI E VOCÊ TAMBÉM SEMPRE ME AJUDOU... A GENTE SE QUER BRIGOU UMA VEZ NA VIDA, TAVA SEMPRE UMA LÁ PRA AJUDAR A OUTRA E VOCÊ FOI CAPAZ DE APAGAR DA SUA MEMÓRIA TUDO ISSO¿ EU TE ODEIO – ela disse e saiu correndo.

Dianna: Madison...

Demi: Deixa ela. Ela tem razão. – disse deixando uma lágrima escorrer.

Selena: Eu vou falar com ela.

Demi: Não! Eu vou.

Fui em direção onde ela tinha ido e bati na porta.

Madison: Sai! – ela disse seca.

Demi: Madison, abre a porta por favor!

Madison: Eu te odeio. – agora ela disse com a voz fraca e trêmula, 
totalmente mudada.

Demi: Me desculpa, eu...

Abaixei a cabeça quando sou surpreendida com a porta abrindo.

Madison: Entra.

Eu entrei e ela fechou a porta de novo.

Demi: Madison, eu sei que é horrível pra você, mas é pra mim também. Ver as pessoas me olhando, me reconhecendo, mas eu nem sequer lembro o nome delas.

Ela ficou me encarando e eu sentei na cama dela.

Demi: Senta aqui comigo. – ela sentou e eu peguei a mão dela. – Sabe o que eu acho¿ A gente devia tentar recomeçar. Eu vou ser sua irmã e você vai me ensinar a ser o que eu era antes pra você, o que acha¿ - Ela abriu um sorriso.

Madison: Tudo bem, primeira coisa, você tem que namorar o Joe.

Demi: Madison, isso é complicado. Talvez isso aconteça, talvez não...

Madison: Tudo bem... Mas, você vai vir morar aqui com a gente de novo¿

Demi: Claro... – eu a encarei sorrindo e ela me abraçou.

Depois nós descemos.

Madison: Gente, eu e a Demi temo uma coisa pra falar. – todos nos olharam estranhando a situação. – Ela vai voltar a morar com a gente!

Patrick: Isso é... – ele veio até mim e me abraçou.

[...]

Hoje eu estava fazendo as minhas malas pra voltar pra casa. Selena e Miley estavam me ajudando e amanhã eu ia encontrar com as nossa amigas, todas elas. Eu já me sentia bem a vontade com as duas e isso era incrível.

Demi: Bem, acho que terminamos.

Miley: É... acho que terminamos sim!

Sorri e as abracei.

Nick nos ajudou a descer com as malas e eu fui me despedir de todo mundo.

Demi: Tia Dê e tio Paul – disse sorrindo. – obrigada por tudo. Eu sei que fiquei aqui por muito tempo e sei que vocês foram incríveis pra mim. – eles me abraçaram.

Demi: Kevin. Não sei muito sobre você, mas espero que possamos nos tornar grandes amigos novamente. – Ele me pegou no colo.  

Kevin: Vou sentir sua falta princesa.

Demi: Frankie, muito obrigada pelo sorvete de frutas vermelhas e chocolate aquele dia ta¿ - ele riu e me abraçou.

Demi: Nick. Você foi meu maior amigo em todo esse tempo, com seus conselhos e tudo, pra tentar me fazer lembrar dessas pessoas incríveis que estiveram ao meu lado todo esse tempo. Obrigada. – Ele me abraçou.

Nick: Eu te amo pequena! – sorri. -  Tem uma pessoa ali fora que eu tenho certeza que quer falar com você.

Senti o meu coração apertar, era Joe e seria difícil o encarar. Fique paralisada encarando Nick.

Nick: E então...

Demi: Eu... eu vou lá.

Fui andando até Joe, ele estava assentado com os pés dentro da piscina. 

Tirei meus sapatos e me sentei ao lado dele.

Demi: Oi.

Joe: Oi.

Demi: Vou sentir sua falta.

Joe: Eu também, muita!

Ele falava me encarando, eu podia sentir, mas a única coisa que eu olhava era a pisina. Ele virou meu rosto e eu senti meu coração pulsar forte, parecia que ia saltar de dentro de mim. Passou a mão delicadamente em meu rosto, me deu um beijo na testa e me abraçou. Pude sentir uma lágrima caindo do rosto dele sobre meu cabelo e o abracei muito forte.
Depois que separamos o abraço me levantei peguei meu sapato onde tinha deixado e saí. Aquilo doeou muito, mas foi o máximo que consegui fazer.

Demi: Bom... Vamos¿

Nick: No meu carro! (risos)

Eu fui no carro de Nick, quando cheguei Madison veio me receber calorosamente...

Dias depois...

Estava em casa, eu tinha muito mais liberdade com minha mãe. Meu pai estava viajando muito e Madison todos os dias me contava histórias sobre quem eu era.

Estava tarde e faltavam 5 dias pro natal. Eu, minha família, a família da Sel e a família da Ash íamos passar o natal lá na casa da Tia Dê. Isso era estranho, fazia tempo que eu não ia lá. Olhei no relógio e eram 23:30 p.m. Estava deitada na cama, pensando nas histórias de Madison, tentando me lembrar de alguma coisa, como sempre, vinham lances na minha cabeça, mas eu não me lembrava inteiramente das coisas.

Fui interrompida por algo batendo na janela. Fiquei com medo e me agarrei no travesseiro, quando bate de novo. Resolvi ir até lá e quando olhei pra baixo...

CONTINUA...

Heey pessoas lindas da minha vida! Me desculpem a demora, a escola ta cada vez pior... kkk hoje eu tive aula de piano e de canto e estou muito feliz *--* o que acharam do capítulo? Vocês esperavam que a Demi voltasse para casa tão cedo? Eu acho melhor assim... a atitude dela foi boa!! Bem, o que acham que é o barulho na janela? ~EU SEI~ hahahaha esperei e vocês também vão saber!! xoo

with love,
Maah Jonas

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Capítulo 29 - little for you

Capítulo 29



No capítulo anterior...

A última frase me deixou com as pernas bambas. Eu fazia de tudo pra me lembrar, como minha vida podia ser esquecida por mim mesma...

******************************************

XxX: Demi¿

Olhei pro lado e vi Selena me encarando. Eu estava com o porta retratos na mão e coloquei correndo na mesa de volta. Enxuguei minhas lágrimas.

Demi: Oi.. ér... me desculpa eu me destrai.

Ela se levantou e veio até mim sorrindo.

Selena: Foi no meu aniversário de onze anos... Queríamos fazer a festa juntas, mas desistimos,fizemos duas, mas as duas seriam arrumadas pelas duas e teriam duas velas. E no meio a gente comemorava juntas! O meio é o dia primeiro de agosto.

Sorri ao ver o sorriso na cara dela ao me contar a história. Depois esperamos Miley acordar e descemos pra tomar café.

Miley: O que vamos fazer hoje¿

Selena: Não sei... sabe em que eu tava pensando¿

Miley: Hm¿

Selena: A Demi devia ir fazer uma visita pra tia Dianna.

Olhei assustada pra ela.

Miley: É...

Demi: Eu...

Selena: Ta, não vou mentir, ela me ligou hoje falando que a Tia De contou que você dormiu aqui e ela ficou muito feliz de você estar com a gente de novo. – Selena falava rápido, mas eu podia entender. – Ela implorou pra eu tentar convencer a ir lá dar um oi, conversar um pouco com ela, com seu pai e com sua irmã. – Selena falava cada vez mais rápido, como se estivesse desconfortável em falar aquilo. – Ela disse que a Madison não sai do quarto pra mais nada e que disse que só vai voltar a fazer o que fazia antes quando você lembrasse dela! Pronto, falei.

Fiquei encarando a Selena um pouco e demorei mais ou menos um minuto pra processar a informação pesada que tinha recebido.

Demi: Não vejo problema algum em ir visitá-las... – eu disse com a voz falhando e um seco desceu pela minha garganta.

Miley: A gente vai com você. – ela disse obseravando meu desconforto e minha preocupação.

Demi: Tudo bem!

[...]

Selena: Eu vou ligar pra Dianna então, pra falar que a gente vai.

Demi: Não... eu ligo!

Miley e Selena se entreolharam.

Selena: Tudo bem. – disse sorridente.

#LIGAÇÃO#

XxX: Alô¿

Demi: Oi.. é... Dianna¿

Dianna: Demi, minha filha. Que saudade meu amor.

Demi: Oi!-disse tentando parecer simpática. – Eu estava querendo passar aí pra conversar com vocês. Algum problema¿

Dianna: Claro que não meu bem... a casa é sua! Que horas vocês vem¿

Demi: A gente vai daqui uns 20  minutos pode ser¿

Dianna: Claro. Vou estar esperando.

Demi: Então... Tchau.

Dianna: Tchau, te amo.

#LIGAÇÃO#

Desliguei o telefone e elas ficaram me encarando.

Demi: Gente¿ algum problema¿

Miley: NÃO!

Selena: Eu só vou pegar minha bolsa e depois a gente vai okay¿

Assenti com a cabeça. Selena fez algumas coisas e depois a gente saiu, no carro dela.

Selena: Chegamos. – ela disse parando o carro e um senti um frio na barria.
Descemos do carro e Miley tocou a campainha.

XxX: DEEEEEEEEEEEEMIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! – uma garotinha, aquela... Madison! Pulou no meu colo me abraçando, no começo achei estranho, mas depois retribuí o abraço.

Demi: Oi... Madison!

Nós entramos e cumprimentei minha mãe e meu pai. Depois ficamos sentados na sala um encarando o outro, mas Madison graças a Deus quebrou o silencio incômodo que tomava conta do lugar.

Madison: Então maninha... O que fez você lembrar da gente e voltar pra casa¿ - a feição de alegria no rosto de todos se desmanchou e eu tinha arrependido por ter me algrado por ela ter quebrado o silêncio.

CONTINUA...


Então né gente... vocês devem estar percebendo que eu to ansiosa demais pra chegar alguma parte né? Resolvi postar de novo hoje rsrsrs' um capítulo pequeno pra vocês *-* mas só vou responder os comentários no próximo okay? kisses

Capítulo 28

Capítulo 28



No capítulo anterior...

Sinto ele passar levemente as mãos em meu rosto e fecho os olhos para 
sentir muito intensamente o seu toque. Até que...

************************************

caio na real e percebo o que está acontecendo e sem querer o empurro pra lonje de mim.

Miley: Nick, se você não coperar eu juro que nunca mais olho na sua cara. – 
disse olhando pra baixo evitando encará-lo ao dizer essa frase que cortou meu peito.

Nick: Me desculpa, eu acho melhor eu ir.

Miley: Você... me dá um abraço¿

Ele olhou pra mim sorrindo e chorando e o fez.

Matei a saudade que estava em meu coração e depois separei o abraço  e sequei minhas lágrimas que insistiam em cair. Ele deu um longo beijo na minha testa e foi em direção a porta e eu mando ele esperar.

Chamei a Selena e ela desceu.

[...]

Selena ficou fazendo um curativo em Nick.

Miley: Eu vou ligar pro Joe vir te buscar.

#LIGAÇÃO#

Joe: Alô¿

Miley: JOE!

Joe: Nossa... calma, você vai estourar meu tímpano! – ele disse rindo.

Miley: Engraçadinho. Joe, você... quer dizer, dá pra você vir aqui na Sel¿ -disse em um tom preocupado.

Joe: Miley, porque¿

Miley: O Nick.

Joe: Não vai me dizer que ela foi atrás de você¿

Miley: Sim, mas essa não é a pior parte. Da pra vir Joe¿

Joe: Não sei Miley.. Eu fiquei sozinho com a Demi e...

Miley: Se você falar que o Nick ta meio machucado ela vem.

Joe: O que¿ ELE BATEU O CARRO¿

Miley: Não... não é grave, vem logo.

Joe: Ta, to indo.

#LIGAÇÃO#

Miley off, Joe on.

Fiquei meio sem saber como eu ia falar com a Demi, mas minha preocupação falou mas alto.

Subi até o quarto dela e a porta estava aberta. Ela estava com a luz apagada, mas com o abajur aceso, mechendo no notebook, com fones no ouvido. Bati na porta, mesmo ela estando aberta. Por incrível que pareça ela me ouviu.

Demi: Joe¿ - ela disse se levantando correndo, quase deixando o notebook cair no chão.

Joe: Demi, a gente precisa ir na casa da Selena, o Nick ta meio machcado eu acho.

Demi: O que¿ o que aconteceu¿ - ela disse com os olhos arregalados.

Joe: Acho que não é nada grave, se troca, eu passo aqui rapidinho.

Ela saiu correndo, pegou o roupão ROSA dela correndo colocou, pegou uma bolsa e o celular em cima da cama toda afobada.

Demi: E você acha que eu vou ter tempo de me trocar com o Nickito, meu bebê machucado¿

Ri da preocupação dela e esperei ela sair do quarto.

Joe: Eu só vou ali colocar uma camiseta, não da pra sair assim.

Demi: Te espero lá em baixo.

[...]

No carro um silêncio amedrontante tomava conta de tudo. Demi olhava fixamente pro lado de fora da janela, evitava qualquer contato de olhos comigo.

Joe: Chegamos. – disse parando o carro.

Ela saiu correndo do carro e apertou a campainha. Cheguei ao lado dela e 
Miley abriu a porta.

Joe: Miley, tudo bem¿

Miley: Oi Joe, sim! Eu acho... oi Demi. – ela disse sorrindo pra Demi.

Demi: Oi Miley, cadê o Nick¿

Miley: Ta ali dentro, entrem.

Nós entramos e Demi foi correndo ver como Nick estava. Falou com ele e depois ficou em pé encarando todo mundo, esperando Selena terminar de fazer um curativo nele, toda atrapalhada.

Demi: O Joe sabe fazer curartivos! – todo mundo olhou assustado pra ela. – Quer dizer... é que... ele. Esquece!

Miley e Selena se entreolharam e deu pra ver que Demi ficou sem graça, ela ficava linda com o rosto corado.

Depois que Nick terminou de fazer os curativos, eu ele e Demi íamos saindo quando Selena chama Demi.

Selena: Demi!

Ela olhou pra trás.

Selena: Você não quer dormir aqui¿ - Selena disse com os olhos marejados.

Demi: O que, eu¿ - Demi disse olhando pra Nick confusa. Ele sorriu pra ela. – Não sei...

Miley: Fica!

Demi: Eu não tenho roupa...

Selena: Você tem roupas aqui.

Demi: Então acho que não tem problema não é¿ - ela disse sorrindo.

Depois ela se despediu de Nick e me deu um leve tchau. Era horrível o clima entre a gente, principalmente depois do beijo.

Fiquei ali parado pensando no beijo olhando pra Demi.

Miley: JOE!

Joe: Hãn¿ Ah... me desculpa. – eu disse e sem querer uma lágrima escorreu pelo meu rosto. Vi Demi olhar pra baixo e depois ela saiu dali correndo. 

Selena foi atrás dela.

Miley: O que ta acontecendo aqui¿

Nick: Somos dois irmãos apaixonados, mas... – o interrompi.

Joe: Nada! Só... saudade. – Miley me abraçou.

Miley: Vai com Deus...

Sorri e saí com Nick. A caminho de casa ele me explicou tudo.

[...]

Joe off, Demi on.

Ver Joe daquele jeito tinha me dado uma dor no coração, eu saí correndo de lá, foi minha única reação... Fui parar em um quarto bem... ROSA. 

Quando cheguei lá caí no chão e depois Selena chegou.

Selena: Demi...

Eu levantei e abracei ela. Me senti bem, como se conhecesse aquele abraço, como com o... Beijo... Comecei a chorar mais depois que lembrei desse detalhe.

Selena: Calma...

Demi: Eu preferia ta morta do que fazer as pessoas sofrerem desse jeito.

Selena: Não fala isso, porque se você estivesse morta, ele estaria sofrendo mais.

Demi: Será mesmo¿ Será que ele prefere me ter viva, sem me lembrar de nada que passei com ele¿

Ela me abraçou e depois Miley chegou no quarto.

Miley: TA... EU SEI QUE EU TO MAL, A DEMI TA MAL, MAS EU NÃO QUERO SABER DE NINGUÉM CHORANDO AQUI, PORQUE ESSA É A NOSSA “PRIMEIRA”. – ela fez um sinal com as mãos imitando aspas. -   NOITE COM A DEMI.

Eu e Selena rimos.

Demi: Vocês deviam ser amigas incríveis.

Miley: Você era uma amiga incrível. – Miley disse com os olhos lacrimejados e a voz falhada.

Selena: NINGUÉM MAIS VAI CHORAR!

Depois disso, nós fomos arrumar as coisas pra dormir. Elas eram incríveis.

Demi: Selly, quero dormir com a coberta rosa.

Selena: Eu sei né Demi...

Miley: Como você lembra da coberta rosa, se ela está guardada e mais, como você lembra do apelido da Sel¿

Demi: Eu... eu.. mas.. eu não me lembro!

Nesse momento eu olhei pra Selena e ela me encarava chorando.

Demi: Eu não sei...

[...]

Fomos dormir. Eu dormi com a coberta rosa *-*.

Demi off, Miley on.

XxX: JOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOE!

Acordei com alguém gritando o Joe. Nossa que sono... Deitei de novo, devia ter sonhado, quando olho pro lado, Demi suando, se remexendo na cama.

Miley: Demi! Demi! Calma.

Ela levantou assustada e me abraçou chorando.

Demi: Eu sonhei de novo¿ - ela disse tremendo.

Miley: Sim, eu acho... Demi você ta bem¿ Ta tomando os seus remédios¿

Demi: Sim, mas eu sempre tenho sonhos, as pessoas me acordam, eu fico assim e depois não me lembor de nada.

Miley: Você tava gritando o Joe.

Demi: Eu sei... Eu sempre acordo assim. E tipo, no sonho. Eu não sei. Vem umas imagens, um parque. Uma menina magra, de cabelo preto e liso, olhos grandes e nariz fino. Uma barraca de sorvete e eu não sei mais nada, vem misturado. Eu to ficando louca... Eu falei de uma coisa que eu lembrava hoje pra vocês e depois eu não lembrava. O que é isso Miley¿ Desculpa, ta desconfortável essa conversa, mas... – ela me interrompeu com um abraço.

 Miley: Ta tudo sendo muito difícil pra todos Demi. Principalmente pra mim e pra Joe. Eu não tenho mais família...

Nós ficamos conversando um pouco, ela me contou tudo que tinha acontecido e depois pegamos no sono de novo.

Acordei e olhei pro lado, vi Selena e Miley dormindo ainda. Estava com um pouco de dor de cabeça, isso era um pouco frequente. Me levantei e fui no banheiro lavar o rosto. Depois voltei, fiquei admirando o quarto da Selena, quando um porta retratos bem grande me chama atenção. Vi uma foto minha e da Selena, com um escrito. Li aquilo com lágrimas pelo rosto.

Sellyyyy, parabéns amiga! Eu te amo muito, você sabe né Besty. Nós vamos ser amigas para sempre. Você é minha conselheira, minha louca, minha bebê. Te amo! Feliz aniversário, ta ficando velha... 11 anos já¿ Beijo, nunca vou me esquecer de você.

A última frase me deixou com as pernas bambas. Eu fazia de tudo pra me lembrar, como minha vida podia ser esquecida por mim mesma...

CONTINUA...

Gente, o qu acharam de um especial de amigas¿ Eu sei que ta tudo MUITO dramático, mas eu prometo que em um ou dois capítulos TUDO vai mudar... mas vocês nem maginam o que vai acontecer... AAAAAAAAAAH que vontade de postar tudo de i uma vez, sério. Tudo vai melhorar pra Miley até que enfim né¿ As coisas com a Demi... bem, não posso afirmar quando a memória dela vai voltar completamente e nem se ela vai voltar, mas as coisas vão mudar, I promisse. Enfim... vão ocorrer alguns afastamentos, algumas coisas que eu acho que vocês não esperam!! O Natal vai chegar na fic e eu posso garantir que vai ser lindo, mas agora eu vou calar a minha boca porque se não acabo contando tudo né¿ rsrsrs’ kisses

Lívia Vaconcellos: Eu chorei escrevendo rsrs’ xoxo *-*

Mackenzie: Não consegue me bater, já disse, quando me ver vaí só me abraçar de tanto que me ama ~jogada de cabelo~  own thanks *---* beijinhos.

Niley Love Niley: Curiosa!!! Kkkkk abraCyrus!

Bruna: Oh don’t cry, please... Eles tinham que se beijar né¿ rsrs. Uhuuul não vejo a hora de falar com você!! smacKebs for you!! 

with love,

Mah Jonas

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Capítulo 27

Capítulo 27



No capítulo anterior...

Selena: Eu sei Miley, mas... se você voltar agora não sei do que ele é capaz.
Nós estávamos sozinhas em casa, quando somos interrompidas por um barulho, uma gritaria na porta.

**************************************

Descemos correndo e quando abrimos a porta demos de cara com o Nick caído no chão com os olhos roxos e meu pai prestes a dar um chute nele. 

Miley: NÃOOOOOOOOOOOO! – saí correndo pegando meu pai por trás e ele se virou pra mim apontando o dedo em minha cara.

Billy: Eu não sei como você fez isso, mas Miley, você passou dos limites!

Miley: QUEM PASSOU DOS LIMITES FOI VOCÊ! VOCÊ QUER SABER PORQUE EU DEI UM JEITO DE VOLTAR¿ FOI PORQUE A MINHA AMIGA, QUE SEMPRE ME APOIOU FOI ATROPELADA. EU NÃO SEI PORQUE VOCÊ DEMOROU TANTO, MAS VOCÊ NÃO TINHA O DIREITO DE BATER NO NICK, PAI! EU SEI QUE VOCÊ SABE QUE EU NUNCA VOU PERDOAR O NICK, MAS VOCÊ NÃO TINHA O DIREITO DE FAZER ISSO COM ELE. EU O AMO E VOCÊ É O CULPADO DE TUDO! VOCÊ O TIROU DE MIM, EU NEM SABIA QUE ELE ESTAVA AQUI. VOCÊ PERDEU A NOÇÃO PAI¿ A DEMI ESTAVA CORRENDO RISCO DE VIDA E O NICK NÃO TEM NADA A VER COM ISSO. VOCÊ TEM PROBLEMA PAI¿ PORQUE VOCÊ NÃO CONFIA EM MIM¿ EU TENHO UMA DOENÇA E NAQUELA FESTA EU NÃO COLOQUEI UMA GOTA DE ÁLCOOL NA BOCA! SÓ QUE TA, VOCÊ ME PROIBIU DE ANDAR COM ELES, MAS EU DESOBEDECI POR CONTA PRÓPRIA, ELES NÃO TEM NADA A VER COM ISSO! VOCÊ DESTRUIU A MINHA VIDA PAI! DÊS DE QUE A MAMÃE MORREU SUA ÚNICA PREOCUPAÇÃO FOI O SEU BEM ESTAR. Eu nunca quis que fosse assim... Seria muito mais fácil se você me ouvisse e me deixasse com quem eu amo! Eu te ODEIO! Sai daqui pai, eu não quero te ver nunca mais! NUNCA MAIS! E NÃO SE PREOCUPA TA¿ AQUI TEM GENTE QUE ME AMA E QUE PODE FICAR COMIGO, ME TRATANDO BEM!

Eu já chorava descontroladamente e não sabia como tive coragem de falar tudo aquilo. Selena segurava Nick, ou melhor tentava. Meu pai estava de cabeça baixa.

Miley: Sai daqui pai! De agora em diante eu sou órfã, não tenho pai nem mãe! E quer saber, é melhor assim. Depois que minha mãe morreu você não foi presente e por isso caí naquele mundo e ao invés de me ajudar, você me jogou naquele lugar! Pai, eu te amo... mas... sai daqui, por favor, você já arrumou confusão de mais não acha¿

Meu pai saiu dali de cabeça baixa. Eu caí sentada no chão e Selena veio até mim e me abraçou.

Depois Nick chegou.

Nick: Miley eu... eu não quis arrumar confusão eu só...

Miley: Já chega! Eu não quero saber, vocês dois acabaram com a minha vida. Sai Nick.

Eu disse e entrei batendo a porta. Selena veio atrás.

Selena: Miley, o Nick ta muito machucado eu...

Saí batendo a porta de novo.

Miley: NICK!

Nick: Sim. – disse voltando.

Miley: Entra, eu... Vem Nick.

Ele entrou e Selena já estava com a caixa de primeiros socorros na mão e uma cara assustada.

Nick: Sel, eu não quero nada disso, eu só quero falar com a Miley.

Selena: Eu... – olhei pra Selena assentindo com a cabeça. – Qualquer coisa eu estou lá em cima. – Ela disse subindo as escadas.

Nick: Miley, eu vim aqui porque depois que voltou não pudemos ter a oportunidade de conversar, tava todo mundo muito preocupado com a Demi e...

Miley: Nick, eu já sei o que você vai falar. Você vai dizer que sabe que errou, mas fez isso porque me amava e ainda ama. Vai pedir desculpas e por favor... ah esquece eu sei que não vai adiantar eu pedir pra você não fazer isso com esse rosto lindo e... – eu chorava muito. – Esse... rosto lindo e que ainda ta machucado e eu to morrendo de vontade de fazer curativos pra você.

Nick: Miley. – ele me interrompeu. – Eu... – eu o interrompi de volta.

Miley: Eu to falando! Eu não sei porque eu to chorando tanto, mas eu to morrendo de vontade de falar toda a verdade pra você. E tem que ser agora que eu já perdi a cabeça e to falando impulsivamente, porque se não eu não consigo falar depois. Me desculpa se eu to falando muito rápido, mas é so assim que eu vou conseguir. Voltando de onde parei, eu to morrendo de vontade de poder te curar, eu te amo Nick. Essa é a verdade, minha mente me diz pra te julgar, te odiar, não te perdoar, mas meu coração me diz pra pular no teu colo e matar a saudade. Eu no momento, não sei qual seguir. – Nick chorava e me olhava impressionado, ele tinha um leve sorriso misturado na mágua estampada na cara dele. – O pior de tudo é que você nem me avisou e eu podia ficar aqui falando essas frases pra te destruir igual você fez comigo, mas a Demi uma vez me disse que sábios seguem a mente e estúpidos o coração e que tenho que ser estúpida e é isso que eu vou ser agora se você não sair da minha frente com a cara que eu pedi pra você não fazer, portanto, sai daqui Nick, por favor. – eu disse entre soluços e quando terminei não conseguia tirar os meus olhos dele.

Nick: Miley, por favor, seja minha de novo. Olha no meu olho e me diz que me ama, me deixa te ter mais uma vez, eu não vou te desapontar. Eu não aguento mais, eu vou enlouquecer se continuar assim.

Miley: E ainda por cima você vem com esse discurso. Nick, por favor eu preciso pensar, mas fazia muito tempo que eu não ficava assim próxima a você e se você continuar aqui, falando essas coisas eu não vou me segurar! É sério Nick, me deixa pensar, para de fazer isso comigo, é tortura...

Nick: Me desculpa, mas eu vou continuar aqui. Se você não me dissesse o que disse eu ia embora e não te procurava mais, mas se você não vai resistir eu vou ter que ficar.

Miley: Nick, se você me ama, por favor, para de fazer isso comigo. Olha essa conversa ta muito precipitada, espera um pouco, me deixa pensar. Eu não quero errar de novo.

Nick: Ficar comigo não vai ser nenhum erro Miley.

Ele falava e eu vi que não aguentava mais, a emoção tomou conta de mim. Eu não respondi, apenas olhei no fundo dos olhos dele o fitando por um tempo, depois fechei meus olhos e deixei lágrimas escorrerem, quando já sinto a respiração dele muito próxima de mim, abri os olhos e aqueles olhos caídos e lindos estavam quase rente aos meus, olhando mais um pouco abaixo observei os lábios de Nick, senti minhas pernas tremerem e minhas mãos suando frio. Sinto ele passar levemente as mãos em meu rosto e fecho os olhos para sentir muito intensamente o seu toque. Até que...

CONTINUA...

AAAAAAAAAAAAAH gente... ~secando lágrimas~ eu não aguentei, eu li o capítulo anterior e esse e me emocionei... O que será que vai acontecer¿ Eles vão beijar¿ Nem eu sei, eu já escrevi muita coisa pra frente, mas essa parte não consegui decidir... SOCORRO!! Rsrsrs’ e Jemi¿ o que vai acontecer agora¿ Bem, resta a vocês esperar!!

****************************************

Selinho:
Babyes da minha vida, a diva da Aillinha me deu outro selinho *-*. FLOOR, você é uma fofa. Obrigada mesmo.


Aillinha: Thakns flor!! Fico muito feliz quando ganho selinhos : )

Bruna: Acertou!! Rsrs’ Awn flooooor THANKS AMO VOCÊ!! Já de adicionei no msn okay¿¿ Aceita lá pra gente conversar!! To ficando louca também... louca pra postar kkk kisses

Mackenzie: Só vontade de bater mesmo, porque não consegue... kkkkkk thanks bebê... xoxo, love u