domingo, 5 de fevereiro de 2012

Capítulo 22

Capítulo 22



No capítulo anterior...

Demi: JOOOOOOOOOOOOOOOOOOOE! – ver aquilo foi como uma facada em meu peito. As lágrimas caíam involuntariamente de meu rosto. E não sabia o qe fazer, de repnte saí correndo e xxxxxxxxxxxxxxxxxx

*************************************

Qando ouvi a voz dela me gritando, ve virei rapidamente, ela me olhou com os olhos cheios de água e saiu correndo quando...

Joe: DEMIIIIIIIIIIIIIIIII! – Ela tinha dado um grito e saído correndo. Um carro passou e a jogou em um poste. Ela caiu.

Fui correndo até a minha princesa ela estava desmaiada. A abracei forte, eu já estava chorando. Quando fiz carinho em sua cabeça e senti muito sangue escorrendo.

Joe: NÃOOOO! DEMI, PELO AMOR DE DEUS. NÃO FAZ ISSO COMIGO MEU AMOR. AJUDA! POR FAVOR.

Nesse momento já tinha muita gente em volta de mim e Demi e ligaram pra uma ambulância.

Joe: Meu amor, fala comigo. - Eu estava sentado no chão e segurava sua  cabeça em meu colo. – A culpa é toda minha. Demi... Por... favor. Demi! – as palavras nem conseguiam se formar direito.

Até que uma ambulância chega e eu vou correndo com ela pro hospital.

Demi off. (Joe on)

E agora o que eu faço¿ eles já tinham entrado com ela e eu estava no hospital.

#LIGAÇÃO#

Joe: Kevin! Vem... pro... vem.. vem pro ... pro hospital. – dizia entre soluços.

Kevin: Joe, o que ta acontecendo? Calma cara.

Joe:  A Demi... Kevin ela... Kevin! Pelo amor de Deus vem correndo pra ca. Eu não to aguentando Kevin...

Kevin: Joe, você tem que se acalmar, o que aconteceu com a Demi?

Joe: Ela foi atropelada... eu não consigo explicar. Vem logo.

Kevin: A DEMI O QUE? - vi que ele começou a chorar e alguém arrancou o telefone dele.

XxX: Filho, o que aconteceu onde você está?

Joe: Mãe... a culpa é minha mãe... ai mãe eu... eu não to aguentando. Vem pro hospital.

Vi que minha mãe começou a chorar.

#LIGAÇÃO#

Denise: Eu estou indo correndo.

Depois que desliguei o telefone passou mais meia hora e minha mãe chegou. E veio até mim correndo. Eu a abracei.

Joe: Mãe! Eu... a Demi.. Mãe, ela... mãe. – Eu caí no chão. – Mãe...
Ela começou a chorar mais e se abaixou até mim. Ficamos ali abraçados.

O tempo passou um pouco e tudo estava mais calmo.

Kevin: A gente tem que falar com a Selena. Eu vou passar lá na casa dela, pego ela, pego o Nick depois. Aí eu trago eles aqui e vou buscar a Madison e o Frankie na escola. Eu vou com eles pra casa. Eu... – ele deixou uma lágrima escorrer. – eu falo com a Madison. Eu acho que é melhor eu passar a noite com eles lá em casa e amanhã de manhã eu os trago aqui.

Joe: Faz isso. Manda a Selena tomar um banho. Porque ela provavelmente vai querer passar a noite aqui. – eu coloquei a mão na testa e deixei uma lágrima escorrer. – Depois que ela e Nick chegarem minha mãe e meu pai vão embora e aí mãe, depois você fala com a Madison. É melhor você esperar ela, Kevin. – ele assentiu. - E quando você chegar em casa você liga pra Dianna e... fala com ela.

Minha mãe assentiu com a cabeça e o Kevin foi embora. Eu, minha mãe e meu pai ficamos sentados por umas 2 horas até que o doutor chegou na sala de espera.

Doutor: Responsáveis por Demetria Devonne Lovato.

Joe: Somos nós.

Doutor: Bem ela...

Paul: Como ela está doutor? - eu nunca tinha visto meu pai daquele jeito. – como nossa pequena está?

Doutor: Com a batida do carro ela quebrou a perna e duas costelas. Nós resolvemos isso, porque as costelas estavam perto de perfurar o pulmão dela. Mas ela está muito fraca e precisou de sangue. Só que...

Denise: Que?

Doutor: Precisamos fazer uma cirurgia no cérebro dela. Se não fizermos agora, ela morre. Mas se fizermos ela pode não aguentar. Ela perdeu muito sangue, teve uma hemorragia interna na parte lateral do cérebro por causa de uma fratura na caixa craniana. Nós vamos fazer o possível, mas eu tenho a obrigação de deixar claro que o estado dela é grave e as chances de que ela sobreviva são mínimas. Se ela sobreviver provavelmente terá alguma sequela.

Paul: Que tipo de sequela?

Doutor: É cedo pra afirmar, mas o lugar atingido foi um ponto muito delicado e talvez ela tenha paralisia parcial do cérebro.

Aquelas palavras martelavam em meu peito. Eu não podia acreditar que aquilo estava acontecendo. Eu apenas me sentei e comecei a chorar.

Doutor: Sinto muito, eu prometo que vou fazer o que puder – ele disse e saiu.

Minha mãe e meu pai se sentaram comigo. Passamos uns dez minutos abraçados juntos.

Joe: Eu... vou na capela.

Fui andando pensando em tudo que estava acontecendo. Cheguei na capela e me ajoelhei em frente ao altar.

Joe: Porque meu Deus? Justo agora? Por favor, Senhor, me ajuda. O 
Senhor não pode deixa-la ir... Me coloca no lugar dela. A culpa é toda minha... me perdoa, eu não queria causar mal algum pra Demi... eu... – de repente alguém toca meu ombro. Me virei e vi Nick com os olhos inchados.
Eu o abracei.

Nick: O que aconteceu cara?

Joe: É tudo culpa  minha Nick.

Nick: Calma Joe. O que aconteceu?

Joe: Te explico depois, a Selena ta aí?

CONTINUA...

A ÚNICA COISA QUE EU TENHO PRA DIZER: QUE ISSO NUNCA ACONTEÇA DE VERDADE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ~sorry~crying...~

Mackenzie: É, eu sei que você é!! kkkk... não devia ter falado disse com você né? Mas, eu já vi Nick Jonas por inteiro... ~saudades...~  Awn, que bom que gostou do pinjente, mas que vergonha eu estou, você soube de meus segredos bizarros O.O kkkkkk NÃO MORRA!! BEIJINHOS *-*

Niley love Niley: Ownt flor, thanks! beiJEMI
Bruna: Pode crer, a "coisa" não tem amor próprio! Aliás, tem sim, porque agarrar Joe Jonas é ter MUITO amor próprio... Sou como você, dramática e curiosa!! NICKisses, na bochecha sz'

2 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH EU VOU TE MATAR TO CHORANDO AQUUUIIIII
    EU SABIA QUE ELA TINHA SIDO ATROPELADA! MEU DEUS! TIPO... AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA SÓ POSTA LOGO!

    ResponderExcluir

Comentarioos *-* lindinhoos!